BEM VINDO AO MEU BLOG

Seja bem vindo quem me der a honra de acompanhar "depois do entardecer"

Seguidores

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

CURTA ETERNIDADE

Muitos versos eu fiz, anos atrás
buscando temas, procurando rimas
em amores desvairados
ou palavras tresloucadas de paixão.
Como sofria a minha poesia...
Como era tolo o meu pobre coração.
Sangrando de ciúme e dor,
conseguiu traduzir seu mal
em lágrimas amargas,
também algum desprezo,
ao sentir a alma vazia.
Não mais escrevi assim
nunca mais sofri de amor.
Como me alegra não ser mais jovem
viver a liberdade de não fazer nada
sem compromisso de tentar
simplesmente ir tocando em frente,
admirando cada novo dia
o sol brilhando ou quando chove
sentindo o cheiro da terra molhada.
O meu Eterno, hoje, não dura tanto
e o amanhã, nem sei se haverá.
Apenas a certeza do momento
afasta saudade e nostalgia
e o menor vestígio do meu pranto.
A realidade enxuga meu tormento
tornando-o suave alegria.
Como me alegra não mais ser jovem
viver em plena e generosa consciência
uma Eternidade breve a cada dia.

Um comentário:

  1. QUE LINDOOOOOOOOOOOOOO!
    TE AMO MUITO!
    QUANDO CRESCER, QUERO SER IGUALZINHA A VOCÊ!
    E QUE FOTO MASSA!
    ADOREI TUDO!

    MIL BJOS, MINHA MÃEMÃE

    ResponderExcluir